quinta-feira, 10 de julho de 2014

TERRA CAOS - Conto - Gil Mendes - INTRODUÇÃO

TERRA CAOS - Gil Mendes

Esse conto se passa em uma realidade paralela fictícia, onde os fatos acontecidos em nossa realidade podem ou não diferir daqueles relatados em Terra Caos.

Aqui vou escrever de forma abreviada, para se ler quase como o roteiro de uma história em quadrinhos. Assim, tento deixar a leitura mais "leve", enquanto que ao mesmo tempo registro minha intensa paixão pelos quadrinhos.

                                                   TERRA CAOS

     Em Terra Caos, quando em 476 os Hérulos liderados por Odoacro depôs Rômulo Augusto provocando aquilo que chamamos como a queda do Império Romano, o trono nunca foi ocupado pelo rei bárbaro, ao invés disso, Odoacro entregou o governo secretamente a um líder cristão que começava a expandir as doutrinas de sua então engatinhante religião para as terras de todo o império. Seu nome Justius Erradican. E seus objetivos eram dois, a dominação de todo o mundo e a conquista da vida eterna. "Viver para sempre para governar eternamente".
     O meio mais fácil encontrado por Erradican foi a princípio, a aliança com os Bárbaros que a esse momento já batiam às portas de Roma. Conseguido o primeiro objetivo, Justius Erradican mirou sua astúcia para o império Romano do Oriente, e ao longo dos anos, conseguiu unir novamente todo o império sob sua secreta liderança. O Cristianismo se espalhava pelo mundo, Justius Erradican já dominava os exércitos do império, sua base para a dominação de todo o mundo já estava afixada. E assim aconteceu, mais de dois mil anos depois, a Terra ainda vive sob a égide das leis Romanas. 

Em Terra Caos, o Iluminismo veio de forma diferente, fortemente enraizado no misticismo, mas ainda assim mesclado com os descobrimentos da revolução industrial. Portanto as máquinas como as conhecemos hoje, jamais foram criadas.

Em Terra Caos, as grandes navegações também aconteceram a partir do século XV, mas diferente de como conhecemos, o Grande Império dos Romanos dominou todas as terras recém descobertas e seus povos.

Em Terra Caos, as divisões políticas territoriais e seus povos avançaram para a exata geografia que conhecemos hoje, mas todas as nações e povos do mundo são de alguma forma, direta ou indiretamente governados pelo poder central do Grande Império.

Em Terra Caos, a tomada da bastilha nunca se concretizou, a revolução na França foi sufocada. E a grande prisão ainda está lá no coração de Paris, assombrando os contraventores das leis do Grande Império.

Em Terra Caos, duas grandes tentativas de derrubar o governo do Grande Império foram perpetradas, causando duas grandes guerras mundiais, entre os aliados dos Romanos e aqueles que desejavam a emancipação do todos os povos do mundo.  

Hoje em Terra Caos, o mundo vive sob a tensão de uma dessas terceiras tentativas. Alguns lideres entre os insurgentes espalhados nas várias nações do mundo buscam formar alianças para se fortificarem e, dessa forma, poder lutar contra os implacáveis guerreiros Romanos que formam os poderosos exércitos do Grande Império.

Continua no próximo post....     

   
      


Nenhum comentário:

Postar um comentário